Termômetros marcam até 47 graus em Cuiabá

Com umidade relativa do ar oscilando entre 10% e 11% e termômetros marcando até 47ºC na região central, Cuiabá teve o dia mais quente do ano nesta quarta-feira, segundo o 9º Distrito de Meteorologia, que lembra ainda a inexistência de possibilidade de chuva até sexta-feira e a permanência do calor em torno dos 40ºC. Diretora da central de monitoramento, Marina Padilha pontua que os termômetros do Distrito marcaram temperaturas mais amenas, próximas a 41ºC, mas destaca que os equipamentos ficam em locais cobertos e ainda assim essa foi a maior temperatura registrada em 2015.

Já os termômetros das ruas da Capital ficam expostos, sem nenhuma proteção, recebendo diretamente os raios solares, a exemplo do que ocorre com as pessoas que trabalham desprotegidas, como ambulantes, carteiros, lixeiros, agentes de saúde, profissionais vinculados à construção civil, entre outros. O médico Euze Carvalho frisa que nessa época do ano é importante que os empregadores tenham sensibilidade e busquem alternativas, como horários diferenciados, para que os funcionários desempenhem as suas funções.

Destaca que a baixa umidade relativa do ar provoca problemas respiratórios, aumenta a sensação de fadiga física e desconforto, assim como o calor intenso. As reações acometem mesmo as pessoas que não ficam em exposição direta ao sol, especialmente entre às 10h e 16h, período considerado mais crítico do dia. “O maior problema é relacionado às questões respiratórias. Temos que lembrar ainda que a exposição ao sol sem proteção pode ocasionar doenças graves como o câncer de pele”.

 

Site A Gazeta

Redes Sociais