Galaxy S6 Edge tem design caprichado e chega ao valor de R$: 4.299

A Samsung veio com chumbo grosso contra a concorrência, pois o Galaxy S6 Edge é, com certeza, um dos melhores smartphones Android do mercado, é bonito e tem uma câmera principal de fazer inveja. Porém tudo isso tem um preço muito salgado.

A empresa sul-coreana posicionou o aparelho em uma categoria inaugurada pela Apple com o iPhone 6: a dos smartphones absurdamente caros, na casa dos R$ 4.000.

O modelo testado pela reportagem, o Galaxy S6 Edge de 64 GB, custa R$ 4.299 (o mesmo valor do iPhone 6 Plus equivalente) e deixou a desejar pela fragilidade e pela bateria, com menos capacidade que seu antecessor. Em tempo, há uma versão pouco mais barata do Galaxy S6 Edge com 32 GB de armazenamento e que custa R$ 3.799  Veja a seguir os principais destaques:

Estiloso e frágil

O Galaxy S6 Edge é daqueles aparelhos que impressiona. Durante as quase duas semanas de teste da reportagem, todos perguntavam ou pediam para ver o aparelho – sobretudo os detalhes da tela curva nas laterais.

De fato, o dispositivo chama a atenção pelo uso de novos materiais. Pela primeira vez, a Samsung trocou o plástico presente em quase toda a linha Galaxy S por metal e vidro, que vêm sendo usados desde o iPhone 4 pela Apple em 2010.

O S6 Edge é um "sanduíche" de telas (a parte traseira também é de vidro), cujo "recheio" é composto de metal. Ponto positivo para a empresa que foi sempre criticada por vender aparelhos top de linha com um corpo de plástico.

Redes Sociais