Prefeitura de Cuaibá cria mais uma faixa de rolamento na Prainha

A Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Obras, entrega esta semana obras de alargamento da Avenida da Prainha, no trecho de aproximadamente 500 metros, compreendido entre os cruzamentos da Avenida XV de Novembro e Dom Bosco, no Porto. As obras, já em fase final, representam a recriação de mais uma faixa de rolamento de veículos no sentido bairro - centro, e visa corrigir o estrangulamento do tráfego na região, que possui uma escola de grande porte (Colégio Salesiano São Gonçalo), uma igreja (Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora), unidades de saúde, bancos e comércio, o que sobrecarrega o tráfego de veículos, inclusive ônibus e caminhões por ser uma das principais ligações entre Cuiabá e Várzea Grande.

De acordo com o secretário de Obras do município, Marcelo Oliveira, a obra foi necessária para melhorar o fluxo de veículos na região, especialmente nos horários de pico, devido ao grande movimento de pais levando e buscando alunos no colégio.

As obras, informa o secretário, foram informadas ao Governo do Estado em fevereiro, por meio da Secretaria das Cidades, e também vão melhorar a segurança do trânsito, com a implantação de meio fio,  retirada e recuo dos artefatos de proteção (Gelo Baiano) colocados ao longo da pista para impedir que veículos caiam nas valas abertas para as intervenções do VLT.

“As obras vão representar um impacto positivo na mobilidade urbana daquela região, e não vão comprometer as futuras obras do VLT, porque utilizamos ali materiais que poderão, inclusive, ser reaproveitados quando aquelas obras forem retomadas”, explica Oliveira.

As obras estão sendo absorvidas pelos custos de manutenção da cidade. A prefeitura também já encaminhou à Secretaria das Cidades do Governo do Estado o projeto de requalificação de toda a Avenida Rubens de Mendonça, após um entendimento entre o prefeito Mauro Mendes e o governador Pedro Taques, no mês passado. Esta requalificação é uma medida paliativa, até que o Governo tenha condições de retomar e concluir as obras do VLT.

 

Fonte Da Assessoria 

Redes Sociais