O Livro “América e os Guardiões das Culturas Autóctones" será lançado amanhã(28) na AL

A professora Therezinha Arruda fará o lançamento do seu livro “América e os Guardiões das Culturas Autóctones” nesta quinta-feira (28), às 20h, no foyer do Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, da Assembleia Legislativa. A entrada é gratuita.

A autora afirma que o livro é um chamamento aos brasileiros para uma maior aproximação em defesa dos vizinhos latinos americanos, principalmente no que diz respeito às culturas originárias.

“Em cada capítulo, eu falo de um grupo latino americano que visitei, pois tive a oportunidade de viajar e conhecer a América Latina do México a Argentina”, afirma Therezinha.

De acordo com ela (a autora), muitos dos povos originários estão sendo expulsos de suas terras, enfrentando situações difíceis para serem reconhecidos. “Destaco ainda os pensamentos de líderes importantes como José de San Martín, que se referia à América como uma grande pátria. E Simon Bolívar, que lutou por uma América livre e unida”, ressalta.

Therezinha é fundadora e professora aposentada da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Exerceu a docência também nas Universidades de Lins e Lorena (SP). Na UFMT, fundou o Departamento de História, o Núcleo de Documentação e Informação Histórica Regional (NDIHR), foi cofundadora do Museu de Arte e Cultura Popular e do Cineclube Coxiponés.

Já no Departamento de Cultura de Cuiabá, a professora realizou importante trabalho de resgate das tradições da arte e cultura popular da região, ao lado de artistas e artesãos da cuiabania. É membro da União de Jornalistas de Cuba (Uneac), recebendo a medalha "Félix Elmuza", máxima condecoração outorgada aos trabalhadores da imprensa nesse país.

Redes Sociais