CPI quer reabertura de frigoríficos no interior do Estado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos da Assembleia Legislativa segue com mais uma rodada de oitivas na manhã desta terça-feira (23) e para o deputado Eduardo Botelho, os trabalhos da CPI têm que resultar em ações para reabertura das plantas frigoríficas em Mato Grosso. 

“A CPI tem o  importante papel de apontar encaminhamentos no sentido de reabrir essas plantas fechadas. Em um diagnóstico preliminar, vimos que se por um lado os grandes frigoríficos abrem mercado para fora do país, internamente quando eles fecham uma planta, a situação fica muito difícil para o município, principalmente com perda de arrecadação e desemprego em massa”, avalia Botelho, que acompanhou um dos depoimentos de hoje.

Na reunião, foram ouvidos os representantes dos frigoríficos Marfrig, Mauro Suaiden; da BRF S/A de Várzea Grande, André Luiz Baldissera; e do Sol Nascente, de Cáceres, José Antônio Duarte Alvares. Além do prefeito de Matupá Valter Mioto Ferreira. Já o representante do Grupo Arantes, Danilo Arantes, não compareceu.

ABATE - Nessa semana ainda circulou notícia de que a unidade da JBS em Colíder (localizado a 634 km de Cuiabá) corre o risco de interromper o abate de bovinos na região devido à escassez de chuva na região do rio Carapá. Atualmente, essa planta de Colíder tem 560 colaboradores e é responsável pelo abate de cerca de 600 cabeças de gado por dia.

Fonte: Site Folha Max

Redes Sociais