Após quase 1 ano preso, juíza manda soltar Pedro Nadaf

A juíza Selma Rosane Santos Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, revogou a prisão do ex-secretário da Casa Civil, Pedro Nadaf. A decisão saiu no final da tarde desta segunda-feira.

A expectativa é de que Nadaf deixe a prisão ainda na noite de hoje. O alvará de soltura deve chegar ao SOE (Serviço de Operações Especiais) para que ele seja liberado.

O ex-secretário estava prestes a completar um ano de prisão. Ele foi preso em 15 de setembro de 2015, quando foi deflagrada a 1ª fase da "Operação Sodoma". Ainda teve mandados de prisão expedidos nas operações "Seven" e "Sodoma 2", que era o único que ainda vigorava.

A soltura de Nadaf ocorre após ele adotar uma nova estratégia de defesa. Ele confessou a existência de uma organização criminosa durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB).

Nas ações penais da 1ª e 2ª fase da “Operação Sodoma”, Nadaf revelou detalhes sobre as fraudes. Ele ainda tem prestado depoimentos sigilosos ao Ministério Público, onde teria contado sobre outros esquemas que teria conhecimento ou participado durante a gestão passada.

O advogado Alexandre Abreu ainda não havia confirmado a decisão favorável a Nadaf. No entanto, afirmou que a expectativa era de ocorresse no início desta semana.

Abreu afirmou que a reclusão do ex-secretário não fazia mais sentido, uma vez que a instrução processual praticamente se encerrou na última semana, com depoimento dos réus. Além disso, destacou que Nadaf colocou a disposição parte de seu patrimônio para reparar eventuais danos ao erário praticados pelo seu cliente. "Caso seja confirmado o prejuízo ao erário, está a disposição do juízo imóveis e algumas propriedades para reparar esse prejuízo", colocou. 

 

Fonte: Site Folha Max

Redes Sociais