Savi fica em silêncio na PF, tem dinheiro apreendido e será investigado pelo TRE

A Polícia Federal informou nesta terça-feira que o deputado estadual Mauro Savi (PSB) optou por permanecer em silêncio durante depoimento na sede da Polícia Federal em Sinop. Mauro foi levado a delegacia na tarde de ontem, após ser flagrado com R$ 24.150,00 e materiais de campanha do prefeito e candidato a reeleição em Sorriso, Dilceu Rossato (PSB).

Segundo a assessoria da Polícia Federal, o deputado recebeu a orientação do advogado para não falar, pois possui foro privilegiado. Diante disso, Savi optou por ficar em silêncio.

Após a conclusão dos procedimentos formais, Savi foi liberado. No entanto, o dinheiro encontrado com ele ficou apreendido. 

Já o material de campanha foi liberado após a apresentação das notas fiscais. O processo será encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral.

Por meio de nota, Savi disse que comprovou que a origem dos recursos era lícita. Ele apresentou extrato bancário que comprova saque realizado no último dia 5 de setembro. O parlamentar também informou que irá buscar reaver os recursos apreendidos.

 

Site: Folha Max

Redes Sociais