Neri Geller descarta assumir secretaria em MT

“Eu ajudo o Estado mais em Brasília do que aí no staff do governador”, afirmou o secretário nacional de política agrícola, Neri Geller (PP). Na última semana, o progressista foi convidado pelo governador Pedro Taques (PSDB) para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (Sedraf).

Geller explicou que ainda está sendo feita a discussão dentro do partido. Na última semana, Taques fez várias alterações em seu secretariado. Diferente do perfil técnico escolhido por no início e sua gestão, a reforma administrativa proposta pelo tucano vem englobando vários partidos do arco de aliança que o ajudou a se eleger em 2014. 

O convite ao PP seria uma forma de aproximar o partido que hoje se considera independente. “Mais fácil ficar independente ajudando o governo do que fazer parte como secretário. Tem sim um convite para o partido compor o staff do Taques. Eu particularmente acredito que nós vamos ajudar onde puder. Tive uma conversa com ele ainda estamos fazendo uma discussão interna. É difícil eu sair do Ministério, porque a política agrícola está muito forte e eu tenho uma utilidade muito grande. Estou sendo mais útil para o Estado e para o Brasil daqui”, disse Geller. 

As mudanças no staff de Taques vem causando alvoroço entre os partidos. Apesar das conversações no decorrer de dezembro entre o governador e as siglas, a “ciumeira” aumentou com as nomeações de cargos estratégicos indicados pelo PSB, partido com a segunda maior base dentro da Assembleia Legislativa. 

O PSD, partido do vice-governador Carlos Fávaro e com seis deputados na Casa de Leis, já havia indicado vários nomes mas não vem sendo contemplado o que causou o descontentamento dos parlamentares que ameaçam deixar a base do tucano.

 

Site Folha Max

Redes Sociais