Estado entrega trincheira e planeja conclusão de mais 20 obras da Copa

A trincheira que compõe o Complexo Viário Deputado Walter Rabello, o Complexo do Tijucal, em Cuiabá, foi oficialmente aberta ao tráfego de veículos. O Governador do Estado, Pedro Taques, e o secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, entregaram a obra na manhã desta terça-feira (07.02). A estrutura foi liberada após o chefe do Executivo estadual e o titular da Secid vistoriarem a estrutura e descerrarem a placa da obra. A cerimônia contou com a presença de secretários de Estado, do vice-prefeito de Cuiabá, Niuan Ribeiro e o secretário de governo da Capital, Carlos Roberto da Costa.

O Complexo do Tijucal, como é conhecido, faz parte dos Termos de Ajustamento de Gestão (TAGs) assinados no fim de 2015 pelo Governo de Mato Grosso, via Secretaria das Cidades, empresas e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para finalizar as obras da Copa. Este é o décimo contrato previsto no termo a ser concluído.

Durante caminhada ao longo da trincheira, o governador ressaltou que a estrutura finalizada faz parte de um conjunto de obras que estavam paralisadas e que estão sendo entregues, totalmente concluídas, pelo Governo de Mato Grosso. “Estamos terminando todas as obras que foram deixadas paradas pela gestão passada. Agora, estamos entregando com responsabilidade. Algumas pessoas perguntam: ‘por que está demorando tanto?’, porque nós analisamos os contratos e a obra, para que ela seja entregue com qualidade. O povo de Cuiabá e de Mato Grosso merece obras de qualidade. E o nosso Governo não recebe obra de baixa qualidade”, destacou à imprensa presente no evento.

O secretário das Cidades, Wilson Santos, explicou que existem quase 20 obras idealizadas para o Mundial de Futebol, em 2014, que precisam ser concluídas e estão no escopo de prioridade do Governo do Estado. “O governador Pedro Taques nos determinou a finalização dos contratos, primando sempre por qualidade. Neste mês estamos trabalhando para que outras obras sejam retomadas com mais agilidade”, afirmou ele.

Na solenidade, o titular da Secid destacou ainda a homenagem feita ao jornalista e deputado falecido Walter Rabello, que deu o nome ao complexo. “Essa homenagem feita pela Assembleia Legislativa foi justa e oportuna porque além de morar aqui nessa região por quase 10 anos, Walter como jornalista e político cobrou várias vezes soluções viárias para essa região”, relatou Wilson Santos. A cerimônia foi acompanhada por familiares do ex-parlamentar.

A obra

Os trabalhos para conclusão do Complexo Viário foram retomados no início de dezembro do ano passado depois de gestão do secretário Wilson Santos, que, por determinação do governador Pedro Taques, tomou como prioridade a conclusão das obras idealizadas para a Copa do Mundo.

No fim de 2015, a estrutura estava com 78% dos serviços concluídos. Na última fase, foram realizados trabalhos de drenagem, pavimentação, sinalização na parte interna da trincheira que compreende o empreendimento, bem como o paisagismo.

O complexo integra uma trincheira de 740 metros de extensão entre a BR-364 e a avenida Archimedes Pereira Lima, e um viaduto de 520 metros de extensão, que liga a BR-364, passando pelo trevo de acesso do bairro Tijucal, até a avenida Fernando Corrêa da Costa. 

A conclusão da trincheira garantirá maior fluidez no tráfego da região, segundo os técnicos, reduzindo os congestionamentos. Para se ter uma ideia, chegam a circular pela região do complexo, no Coxipó, cerca de 8 mil veículos por hora, em momentos de pico. “Este é o complexo viário é o mais movimentado da cidade e por isso sua importância”, complementa o secretário Wilson Santos.

Contrato

O contrato referente ao complexo do Tijucal, com aditivos, chegou a um orçamento de R$ 33,2 milhões e no momento de homologação dos TAGs, em fevereiro de 2016, tinha um saldo financeiro de R$ 7,6 milhões.

A obra foi executada pelo consórcio EEF, formado pelas empresas Engepontes, Enpa e Funsolos

 

Site FolhaMax

Redes Sociais