Prefeitura lança campanha para arrecadar roupas e cobertores

A Prefeitura de Cuiabá lançou nesta terça-feira (02) a campanha Junho Solidário, a fim de arrecadar roupas, agasalhos e calçados para os usuários das unidades de abrigamento na capital.

A campanha é realizada pela Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano e as doações serão destinadas àqueles que se encontram nos albergues do Porto e Manoel Miraglia, na Casa de Amparo e na unidade Nosso Lar.

O secretário de Assistência, José Rodrigues Rocha Júnior, ressalta que, apesar de não haver um inverno rigoroso na capital, as doações podem prevenir doenças respiratórias, gripes e resfriados ocasionados, na grande maioria das vezes, pela falta de agasalhamento.

“As quedas de temperatura em Cuiabá neste período são mais um motivo de preocupação àqueles que enfrentam diversas dificuldades durante todo o ano. Por isso, estamos pedindo doações que serão de grande importância na transformação da exclusão social e resgate da cidadania dos nossos usuários da assistência social”, afirmou.

Atualmente, os albergues abrigam pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social, dentre elas moradores de rua, envolvidos com álcool/drogas, pessoas sem documentação pessoal, além de pessoas vindas de outros estados e que não possuem condições de retornar à sua cidade de origem ou que estejam realizando tratamento de saúde.

Já a Casa de Amparo atende mulheres vítimas de violência, enquanto a unidade Nosso Lar abriga adolescentes do sexo feminino, entre 12 e 17 anos, que foram retiradas do convívio familiar devido a maus tratos e violência.

“Toda a ajuda é bem vinda, de toda a comunidade, pois aquilo que pode estar sem uso para alguns, certamente vai ajudar muito aquele que não tem nada. É uma maneira de mostrarmos nosso amor pelo próximo. Neste sentido, convocamos também os servidores para que eles, que convivem diariamente com nossos usuários da assistência social, nos ajudem nas doações”, finalizou o secretário.

As roupas e calçados devem ser entregues - higienizadas e em bom estado de conservação - até o próximo dia 30 nas unidades de atendimento da assistência como os Centros de Referências Especializado de Assistência Social (CREAS) e os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Redes Sociais