Governo de MT inaugura parte nova do aeroporto Marechal Rondon em maio

Quatro meses após a retomada dos trabalhos, a reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, está avançada e parte da obra será entregue pelo Governo do Estado em menos de 60 dias. A inauguração das novas alas (A e B) do terminal já tem data marcada: 09 de maio, dia em que se comemora o aniversário de 269 anos do Estado de Mato Grosso. A entrega contempla os setores de embarque e desembarque doméstico e embarque internacional.

A obra completa do aeroporto está orçada em R$ 84,63 milhões e até o momento já foram executados 78,14% dos serviços. “Por determinação do governador Pedro Taques estamos trabalhando para colocar o Marechal Rondon entre os 10 melhores do país”, afirmou o secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, que também apontou como prioridade a conclusão total dos trabalhos no terminal mato-grossense até o final de agosto. 

Principal porta de entrada de Mato Grosso, o Marechal Rondon possui hoje sua capacidade de atendimento esgotada e as obras permitirão ampliar o número de pessoas que passam pelo complexo para até cinco milhões por ano. Em 2016, a movimentação de passageiros chegou a 2,8 milhões no local, segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero).

Atualmente, o principal aeroporto do Estado figura como o 14º melhor do Brasil, conforme a Pesquisa Permanente de Satisfação do Passageiro realizada pelo Ministério dos Transportes, que avalia os terminais que receberam torcedores para Copa do Mundo de 2014.

Na opinião do secretário adjunto de Turismo de Mato Grosso, Luiz Carlos Nigro, as obras de readequação e ampliação do Marechal Rondon vão melhorar a colocação estadual em pesquisas e proporcionar um atendimento satisfatório à população. “O aeroporto é nosso cartão de visitas. Se estiver bem estruturado transmitirá uma melhor impressão aos turistas que desembarcam em Cuiabá ou fazem conexão por aqui. É muito importante essa entrega, tanto para atender com mais conforto, quanto para que possamos melhorar a qualidade e sermos bem avaliados em pesquisas”, disse.

As vantagens da reestruturação do terminal aéreo de Mato Grosso também são ressaltadas pela prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos. Segundo ela, a determinação do governador Pedro Taques permite que obras não concluídas nas gestões passadas, sejam tiradas do papel e beneficiem a população. “Recebi com muita satisfação a informação de que no próximo mês de maio, teremos parte das obras do Aeroporto Marechal Rondon concluídas e isto com certeza irá potencializar ainda mais o Estado e nossa querida Várzea Grande”, disse a prefeita. A inauguração das duas novas alas do Marechal Rondon fará parte ainda das comemorações do Jubileu de 150 Anos de Fundação de Várzea Grande.

Serviços executados

Entre os serviços executados no aeroporto e que serão entregues à população em maio estão toda a parte de forro modular metálico (“colmeia”) do setor de desembarque, do pavimento térreo, bem como o forro instalado no embarque superior do terminal, usado em voos domésticos e internacionais.

Além dos forros, a instalação das quatro pontes de embarque aparecem na lista dos serviços executados. As pontes 1 e 2 já vem sendo utilizadas normalmente pelos passageiros do Marechal Rondon. A 3 e 4 estão sendo instaladas.

Somado a isso, há ainda projeção até maio para implantação do sistema para a automação do ar condicionado, que opera desde dezembro, e das portas de vidro no embarque internacional, bem com o início da reforma do piso, forro banheiros do setor C.

Para a conclusão dos itens elencados, em média, entre fevereiro e março, o Consórcio Marechal Rondon, formado pelas construtoras Engeglobal, Farol Empreendimentos e Multimetal Engenharia, abriu até 11 frentes de trabalho, conforme a fiscalização da Secid. O consórcio construtor está à frente da obra do aeroporto desde 2012.

Reforma

O termo aditivo que garantiu a retomada das obras de reforma do Aeroporto Internacional Marechal Rondon foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 2 de dezembro do ano passado. A autorização foi assinada pelo secretário de Estado das Cidades, Wilson Santos, e estabeleceu prazo de mais sete meses (221 dias) para execução do contrato (065/2012), que estava suspenso desde o dia 26 de outubro de 2016 para adequação de cronograma.

As obras do aeroporto Marechal Rondon fazem parte dos Termos de Ajustamento de Gestão (TAGs), firmado entre o Governo do Estado, por meio da Secid, as construtoras e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para finalização das obras da Copa. Até o momento, o Governo do Estado já repassou ao consórcio Marechal Rondon R$ 66,54 milhões, do total previsto de R$ 84,63 milhões.

O Brasil conta com 65 aeroportos sob responsabilidade da Infraero, e, desses, 31 estão localizados nas capitais.

(Colaborou Ana Sampaio, Secid-MT)

 

Fonte Da Assessoria

Redes Sociais