Empresas vão colocar 50 ônibus novos nas ruas de Cuiabá

Cuiabá deve ganhar o reforço de pelo menos 50 novos ônibus já no próximo semestre. A informação foi dada pelo prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) ontem. A assessoria de comunicação da prefeitura confirmou também a renovação da frota. A Associação Mato-grossense dos Transportes Urbanos confirmou que novos ônibus vão compor a frota no segundo semestre, mas ainda não há data definida. 

Pinheiro afirmou que foram realizadas reuniões com empresários no intuito de garantir 100 novos veículos devido à demanda, principalmente em horário de pico. Para o segundo semestre deste ano, os empresários devem garantir 50%. O gestor frisou ainda que as empresas Norte Sul e Pantanal já garantiram a renovação. 

Além de suprir a demanda, os novos veículos devem mudar um pouco a realidade que hoje impera na Capital. Mais de 60% da frota do transporte convencional em Cuiabá tem idade acima de cinco anos. A Agência Municipal de Regulação de Serviços Delegados de Cuiabá (Arsec) apontou que o transporte convencional possui 398 ônibus. Destes, 363 estão operantes e 35 compõem a frota reserva. 

Dos 398 veículos, 245 tem mais de cinco anos. De cinco a seis anos são 65 carros (16%), de seis a sete anos também são 65 (16%), 81 ônibus (20%) tem de oito a nove anos e 27 carros tem idade entre 10 e 11 anos (6%). O levantamento mostra que 60 carros têm até um ano, 23 tem de três a quatro anos e 70 têm de quatro a cinco anos. 

“Para mim R$ 3,60 ainda está caro pelo serviço que é prestado. Então já conversei com os empresários e deixei bem claro que priorizo renovação das frotas com ar condicionado, cômodos e ainda espaço e sistema adaptado a pessoas portadoras de deficiência”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro. 

TARIFA - O prefeito Emanuel Pinheiro garantiu ainda que a passagem do transporte coletivo não terá reajuste esse ano. Atualmente a passagem custa R$ 3,60. Pinheiro diz a tarifa é alta levando em consideração a qualidade do serviço que está sendo prestada, para ele não adianta aumentar a tarifa para melhorar o sistema. O prefeito defende que a cidade precisa é de mais passageiros dentro do ônibus pagando a tarifa e quanto mais aumenta a tarifa mais se afugenta usuários.

 

Fonte: Site FolhaMax

Redes Sociais