Governo acelera construção de trincheira e Cuiabá ganha rotas alternativas

Com o avanço da obra de construção da trincheira e a interdição parcial de parte da Rodovia Helder Cândia (MT-010), a popular ‘Estrada da Guia’, Cuiabá passa a contar com rotas alternativas para desafogar o trânsito de veículos, a partir desta terça-feira (06.06). Os motoristas devem ficar atentos a sinalização e também dirigir seguindo as placas que foram instaladas nestes novos trajetos.

Às 5h desta terça, a rodovia MT-010 foi bloqueada, nos dois sentidos, em frente ao Colégio Plural, devido à construção de uma trincheira de 365 metros, que será executada pelo Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra). O investimento será superior a R$ 30 milhões. A previsão é que a obra seja finalizada em 2018. 

“Essa obra é de crucial importância para Mato Grosso.  A maioria dos veículos que se destina ao interior do Estado trafega pela Estrada da Guia no sentido a região norte, pela Estrada da Chapada seguem os que vão a região Sul e ao Araguaia. A trincheira vai dar fluidez ao trânsito e mais segurança ao usuário”, afirmou o secretário adjunto de Obras da Sinfra, Marcos Catalano.

Um plano de mobilidade urbana, com uma série de desvios que já estão devidamente sinalizados, contém alternativas para os usuários que trafegam por esta rodovia. Policiais militares e agentes de trânsito darão apoio operacional.

A interdição, que será dinâmica, deve durar em torno de um ano. “É uma obra de complexidade total. É uma obra urbana, que tem escavações e construção de muros de arrimo. Então é necessário ter interdições para que a obra seja entregue dentro do nosso cronograma, e proporcione segurança aos usuários”, afirmou Catalano.

ATENÇÃO AOS DESVIOS

Para facilitar o entendimento das novas rotas, a Sinfra divulgou um mapa de desvios. Na arte disponibilizada, o cidadão conseguirá saber por onde deverá trafegar durante a execução das obras da trincheira e as duplicações da MT-010 e rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251). Nas novas rotas que servirão como desvios, a Secretaria já fez os serviços de adequação, assim como de asfaltamento e sinalizações vertical e horizontal.

  • Para quem está chegando à Capital trafegando pela MT-010, vindo da região Médio-Norte, a melhor alternativa é entrar no Rodoanel, passando pela Av. Antártica, até chegar a Av. Miguel Sutil. O Rodoanel também pode ser utilizado pelo motorista que trafega pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251). O Dnit realiza uma obra neste momento no Rodoanel, portanto o motorista deve ficar atento.
  • Os moradores que vivem perto da MT-010 podem usar uma rota construída próximo ao colégio Plural, passando por dentro do bairro Despraiado. A rota ligará a MT-010 até a Av. República do Líbano ou até a Av. Miguel Sutil.
  • No acesso que liga a Avenida República do Líbano à Estrada da Guia, o desvio também será feito por dentro do bairro Despraiado.
  • O motorista que sai do Centro Político Administrativo (CPA) rumo à MT-010 deve seguir pelo bairro Despraiado.
  • Nos próximos dias, será concluído pela Sinfra um outro acesso entre a Estrada da Guia e a Estrada da Chapada, passando pela via que corta a região dos Florais, e chegando até próximo a Fundação Bradesco.

TRINCHEIRA E DUPLICAÇÕES

A nova trincheira, que estará localizada no entroncamento das duas pistas estaduais (MT-251/010), terá 365 metros de comprimento com 7.311 m² no total. Serão investidos pouco mais de R$ 20 milhões na obra. Os recursos são do Prodestur, programa ligado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

Paralelo à obra da trincheira, o Governo de Mato Grosso também está executando a obra de duplicação de 4,9 km da Estrada da Guia. Nesta primeira etapa, a Sinfra tem realizado a reconstrução da atual pista localizada no perímetro urbano de Cuiabá, e também a limpeza das margens da via.

A duplicação da Estrada da Guia segue o mesmo conceito da que é executada nos 3,6 km da Estrada da Chapada (MT-251), do entroncamento com a MT-010 (Atacadão) ao trevo de acesso ao bairro Jardim Vitória (Fundação Bradesco). Ou seja, pista duplicada com ciclovia ao centro.

Orçada em pouco mais de R$ 30 milhões em recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), a expectativa da Sinfra é concluir a obra da Estrada da Guia até o final de 2018. Nos dois casos, serão duas pistas com três faixas de rolamento com 3,5 metros de largura, ciclovia localizada no canteiro central, e cinco metros de calçada em cada lado da via.

 

Redes Sociais