Faleceu nesta madrugada aos 89 anos o ex-governador Pedro Pedrossian

O ex-governador Pedro Pedrossian morreu na madrugada desta terça-feira (22). De acordo com secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, o avô estava em casa. “Morreu dormindo, sem sofrimento”.

O neto revelou ainda que o ex-governador estava bem de saúde, “na medida do possível”. “Ele teve uma insuficiência respiratória ontem [segunda-feira], mas foi medicado e estava bem”.

Por meio da assessoria de imprensa, o Governo do Estado informou da morte com pesar e informou que o velório será no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, no Parque dos Poderes, ainda pela manhã.

O horário do início da solenidade de despedida do ex-governador ainda não está confirmado. À tarde, segundo Pedrossian Neto, o sepultamento será no cemitério Parque das Primaveras.

Ao vivo, para o jornal da TV Morena, Pedro Pedrossian Filho, disse que o pai deixa saudades, mas foi uma pessoa realizada e tem uma história de vida construída com amor. “Vai absolutamente realizado para sua viagem”.

Ele revelou ainda que a saúde do pai estava frágil há sete anos, desde quando sofreu um acidente e quebrou a perna.

História

Pedrossian foi governador por três vezes, de 1966 e 1971, quando o estado ainda não era dividido. Nessa época, decretou o fim das oligarquias, e implantou o planejamento na administração pública.

Criou o Instituto de Ciências e Letras , adquiriu área e construiu o campus , ofertando ao governo federal todas as condições para a criação da UFMT.

Em 1980, foi nomeado para comandar Mato Grosso do Sul, posto que retomou em 1991, quando foi eleito nas urnas.

 

Fonte: Folha Max

Redes Sociais