Governo intensifica entrega dos cartões Pró-família nos municípios

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT), intensificou as entregas do cartão Pró-família no interior do Estado. Até o momento, já foram entregues 2905 cartões, em 18 municípios. O programa deve chegar aos 141 municípios até novembro deste ano.

O cartão Pró-Família é um complemento de renda no valor de R$ 100,00 para ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade social. O recurso só pode ser usado para a compra de alimentos em mercados credenciados pelo Estado.

No sábado (19.08), em visita aos municípios de Dom Aquino, Jaciara e Juscimeira, o Governo de Mato Grosso, entregou mais de 400 cartões do programa.  Para a faxineira e mãe de dois filhos, Cleane Linhares Pereira, o cartão veio em boa hora e que pela primeira vez em muito tempo vai poder voltar a fazer o carrinho no mercado.

“As vezes eu não tenho como comprar o básico pra dentro de casa. Eu tenho comprado tudo aos pouquinhos, agora, com esse cartão, posso ter o gosto de fazer uma compra para alimentar os meus filhos”, disse a mãe de família.

Os municípios do Vale do São Lourenço e também foram beneficiados com mais de 100 mil reais dos cheques de Cofinanciamento Social que são destinados para os Cras – Centro de Referência e Assistência Social e situações emergenciais.

Na segunda-feira (21.08), as entregas aconteceram em Rosário Oeste, Jangada e Acorizal, onde 510 cartões foram entregues para a população da baixada cuiabana. Também foi feito o repasse de mais de R$ 100  do cofinanciamento social.

O secretário de Trabalho e Assistência Social, Max Russi, reforça a importância do programa que em breve vai estar presente nos 141 municípios de Mato Grosso. “Vamos chegar a todos os municípios. Sabemos que cem reais não resolve todos os problemas da população carente, mas garante o básico na mesa de quem tem fome e dá um suporte para a pessoa se recolocar no mercado de trabalho”, enfatizou o secretário.

O programa prevê ações de transferência de renda com condicionalidades, articulada com outras secretarias estaduais e instituições não governamentais, para que de forma integrada viabilizem o desenvolvimento social de famílias, com vistas a  superação das vulnerabilidades e redução das desigualdades. “As famílias para continuarem no programa devem manter os filhos na escola e fazer os cursos de qualificação. Eles terão prioridade nos cursos ofertados pelo Estado”, explica o governador Pedro Taques.

Um dos beneficiados com a entrega do cartão foi o pai de família, Aguido Manoel do Nascimento, que cuida sozinho dos cinco filhos, após ter se separado da mãe das crianças.

“Eu vivo de pequenos bicos. Não estou recebendo nem o Bolsa Família, tudo estava no nome da minha ex-mulher. Agora, com esse apoio do cartão Pró-família eu tenho a certeza que por um ano vou conseguir comprar comida para os meus filhos. Não espero nada cair do céu, estou na luta. Essa ajuda do Estado veio na hora que a gente mais precisava”, contou o pai, emocionado ao lado dos filhos.

 

Fonte: Da Assessoria

 

Redes Sociais