Caravana de Tangará da Serra conta com 545 voluntários capacitados

A 10ª edição da Caravana da Transformação, com início nesta terça-feira (17.10), conta com o auxílio de 545 voluntários que participaram do curso de formação promovido pela Defesa Civil de Mato Grosso. Na noite desta segunda-feira (16.10), os novos colaboradores da Caravana de Tangará da Serra receberam os certificados de conclusão da capacitação.

O curso, com duração de 12 horas aulas, oferece aos participantes não só o conhecimento em voluntariado, mas também em noções de combate a incêndio e primeiros socorros, situações não esperadas e que exigem certa habilidade e experiência no manuseio de materiais até então desconhecidos pela maioria dos voluntários, como no caso dos extintores de incêndio.

Como módulos especiais, a capacitação também prevê o curso de Introdução à Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e condução de cadeirantes, já que o público atendido pela Caravana da Transformação é predominantemente idoso, sendo que grande parte tem a mobilidade reduzida. Trata-se de uma iniciativa da Secretaria Adjunta de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, vinculada à Casa Civil.

Para Letícia Araújo, o conteúdo visto serviu para fazer uma reciclagem de conhecimento. A jovem de 28 anos já é uma “veterana” quando o assunto é caravanas. Esteve na primeira e segunda edição do evento, realizadas em Barra do Bugres e Peixoto de Azevedo, respectivamente, e a última vez em Jaciara, quarta edição.

Fez a primeira vez o curso porque tinha curiosidade e, após três caravanas, recebeu sua recompensa: trabalhar como voluntária na própria cidade-natal: Tangará da Serra. “Eu já trabalho como voluntária em outras iniciativas, mas o que me motiva a continuar é a necessidade das pessoas. Eu sei que essas pessoas precisam”, disse Letícia.

O objetivo do curso é formar pessoas interessadas em ajudar a própria comunidade, seja por meio da Caravana da Transformação ou por situações emergenciais das quais o município pode passar. “Em uma sociedade individualista como a nossa, é uma bênção que existam iniciativas como essa. A comunidade é quem ganha com isso”, pontuou o coordenador-geral da Caravana e secretário do Gabinete de Governo, José Arlindo de Oliveira.  

Da primeira edição, realizada em Barra do Bugres no ano passado, até a 10ª edição do evento, muitas coisas mudaram, entre elas o número de voluntários formados, como lembrou o secretário adjunto de Proteção e Defesa Civil, Ten. Cel. BM Abadio José da Cunha Junior. De 350 voluntários formados na primeira edição, a Defesa Civil conseguiu chegar ao recorde de 812 capacitados na 9ª edição. Agora, na 10ª, chega a mais de 500.

“Ao longo das caravanas a gente observou que cada região tem suas características, mas em todas que passamos uma necessidade é unânime: a população precisa do serviço público. E o que fazemos com a Caravana é levar um serviço público de qualidade e aproximar o Estado da população”, disse Cunha.

 

“Tangará da Serra tem vocação para o voluntariado”, afirmou o prefeito do município, Fábio Junqueira. O gestor lembrou de fatos como uma grande febre que ocorreu na década de 1970 e que despertou nas pessoas uma imensa vontade de ajudar o próximo, como o caso de moradores que cederam suas casas para cuidar dos enfermos. O prefeito fez questão de parabenizar os voluntários da Caravana, lembrando que o voluntariado já salvou muitas vidas.

 

Fonte: Julia Oviedo

Da Assessoria

Redes Sociais