O filme “José & Abel com o Santo Casamenteiro" será lançado e exibido no teatro Zulmira neste sábado (13), às 19h

O filme “José & Abel com o Santo Casamenteiro” será lançado e exibido neste sábado (13), às 19h, no teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, anexo da Assembleia Legislativa. Os ingressos custam R$ 30 e estudantes pagam meia R$ 15.

Escrito por Sebastião Moreira da Silva, o filme conta a história de Alto Coité, localizado a 250 km de Cuiabá, distrito de Poxoréu. Conta com a participação do ator da Rede Globo de Televisão, Ataíde Arcoverde, do programa humorístico Zorra Total e também de Jone Brabo, que participou da novela Salve Jorge. Os ingressos podem ser adquiridos no Museu Histórico de Mato Grosso.  

O filme conta a história de dois jovens que por meio de conquista, disputam a filha do coronel. Foi adaptado da peça "O Casamento da Prima". A comédia romântica conta em seu elenco com a maioria dos atores locais.

“Gravamos o filme no distrito de Alto Coité, foram oito meses de gravação e foi feito com muita garra, realizado pela companhia Arte Viva, de Primavera do Leste e contou com a participação de 115 atores, entre figurantes, atores e colaboradores. O lançamento na região foi feito em dezembro e agora estamos apresentando para o Estado e a data foi escolhida porque é o dia da comemoração de Santo Antônio, o casamenteiro”, disse o escritor e diretor do filme.

O diretor agradeceu o apoio da Assembleia Legislativa para a realização do evento no teatro da Casa de Leis. “Já é difícil produzir cinema no Brasil, imagine em Mato Grosso. É uma oportunidade imensa lançar esse filme no teatro da Assembleia Legislativa, contando a história do povo guerreiro de Alto Coité, de Poxoréu, daquela região do garimpo, que sofreu na época em que os coronéis mandavam”, afirmou.  

Presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), disse que a intenção dos 24 deputados é valorizar a cultura local e trazer a sociedade para o Poder Legislativo.

O filme foi inscrito em um festival de Portugal e no Festival de Cinema de Gramado. “A maioria dos atores são da região, pessoas que labutaram bastante para chegar até aqui, quem for assistir vai ver a história de um pequeno distrito, de pessoas contando praticamente a própria história. Por exemplo, o rapaz que emprestou a casa para ser feita a residência do coronel mora em Alto Coité e tem o nome dado a um personagem”, detalha Selma Ramos, jornalista e presidente do grupo de teatro e filmes Arte Viva.  

Antigamente habitada por garimpeiros, Poxoréu e o distrito passaram pelo assoreamento e consequentemente, fim do garimpo. Em função disso, muitas pessoas deixaram de morar na localidade para estudar ou trabalhar em outras cidades.

Sinopse – Numa cidade pacata do interior, nasceram e cresceram José e Abel, dois primos jovens humildes filhos de garimpeiros. Os dois foram criados por seus padrinhos Antônio e Januário, e viviam se metendo em muitas confusões para chamar a atenção das moças e da filha de um coronel da cidade, o rico e fazendeiro Almir Vilela. Ele é o dono respeitado de quase todo o garimpo da região na venda de diamantes.

Um certo dia, Januário, o padrinho de Abel, bola um plano para assustá-los com uma brincadeira pedindo para seu irmão que se passe por Santo Antônio, mas seu plano acaba saindo de controle e no quarto de Clarinha, o suposto santo acaba frente a frente com o coronel, que furioso pede explicação, e para que não aconteça uma tragédia, o santo faz de tudo para convencer o coronel que é um santo casamenteiro de verdade gerando uma grande confusão.

Redes Sociais