Conclusão da reforma da Praça Ipiranga é de 120 dias

A Praça Ipiranga, uma das mais antigas de Cuiabá, por onde passam milhares de pessoas todos os dias, na região central, passa por serviços de revitalização, prestados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, em conjunto com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos da Prefeitura de Cuiabá.

Funcionários do município já estão trabalhando no local, começando pelos canteiros. Os canteiros, que antes eram redondos, agora terão formato quadrado, mais enxuto e leve para valorizar a flora do lugar. Os espaços, redefinidos em boxes de 1,5m x 1,5m contarão com bancos de madeira, inspirados nos que foram implantados na recém-restaurada Praça Alencastro.

Por ser localizada na região central, a área que foi criada no século XIX, e já foi ponto de feira livre, também é um dos pontos estratégicos chegada e saída do centro da capital mato-grossense.

Além das mudanças que envolvem paisagismo, o chafariz que é marca registrada do local, também será reformado para evitar acumulo de águas pluviais e possíveis doenças como a dengue.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Juares Samaniego, as mudanças foram pensadas para valorizar ainda mais a historia de Cuiabá, que está próxima de completar 300 anos e para facilitar a vida dos cidadãos.

“Quando pensamos na revitalização, foi com o foco de reavivar as riquezas culturais que temos por aqui. pois o cidadão. Queremos proporcionar à população uma cidade bonita, com espaços limpos e bonitos, pois isso fará com que eles passem a se orgulhar ainda mais da própria cidade, que está prestes a fechar seu tricentenário”, explicou.

A previsão de entrega da Praça Ipiranga é para daqui a 120 dias.

A Praça

A Praça Ipiranga foi criada no final do século XIX e possuía grades de proteção. Seu primeiro nome oficial era Marquês de Aracati. Antes disso, era conhecida como o 'Largo da Cruz das Almas'.

Na época do Brasil Colônia, a praça foi palco de enforcamento de pessoas presas ou condenadas, além de ser um dos primeiros lugares da capital que se tem conhecimento onde funcionou uma feira livre e um mercado público.

 

Fonte: Da Assessoria

Redes Sociais