PSD oficializa saída do Governo Pedro Taques

O PSD oficializou na manhã desta segunda-feira (2), um ofício informando a “postura de independência” do partido em relação ao Governo do Estado. O documento é assinado pelo vice-governador Carlos Fávaro, presidente regional do partido. 

Fávaro justificou a medida afirmando que ela foi aprovada numa reunião estadual da sigla, ocorrida em 21 de março de 2018. O “desembarque”, segundo o ofício, faz parte da nova estratégia partidária, onde a legenda tem como meta lançar Fávaro ao ao cargo de senador.

Na prática, a “independência” do PSD em relação ao Poder Executivo terá como uma das consequências a “disponibilização” de todos os cargos que a sigla indicou ao Poder Executivo durante a gestão Pedro Taques. O principal deles é a Secretaria de Ciências e Tecnologia, sob comando do ex-vereador Domingos Sávio.

Outros cargos relevantes ocupados pela sigla são a presidência da Empresa Mato-grossense de Pesquisa e Extensão Rural (Empaer), sob Layr Motta, e a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager), que tem a frente Eduardo Moura.

A medida, porém, não afeta os indicados da cota pessoal dos deputados estaduais da sigla. Segundo a nota, os parlamentares que fazem parte da base governista só deverão “devolver” os cargos se assim desejarem.

“Mesmo com a postura de independência, os deputados estaduais que pertencem à base governista na Assembleia Legislativa, continuarão apoiando os projetos do Governo, visando manter a coerência e os compromissos assumidos com esta gestão. Os cargos disponibilizados aos deputados são de responsabilidades deles”, diz trecho da carta.

A carta informa, ainda, que os deputados estaduais “reafirmaram” a permanência no PSD. “Os deputados reafirmaram também a permanência no PSD, confirmando a unidade partidária que conseguimos atingir ao longo da construção deste partido, que é um dos maiores de Mato Grosso”.

Já na AL-MT, os deputados estaduais Gilmar Fabris, Ondanir Bortolini, o “Nininho”, José Domingos Fraga, Pedro Satélite e Wagner Ramos seguem apoiando o governador Pedro Taques.

psd-saida.jpg

 

psd-saida2.jpg

 

 

Fonte: DIEGO FREDERICI Site Folha Max

 

 

Redes Sociais