Parceria vai garantir a abertura da clínica médica Shriners em Cuiabá

Membros da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), por meio da Presidência da Casa, Secretaria de Comunicação Social e Superintendência de Qualidade de Vida (Qualivida), em parceria com a Associação dos Servidores do Legislativo de MT (Aslem), são responsáveis pelo projeto de instalação e manutenção, em Cuiabá, da clínica Shriners, a primeira da América Latina. A parceria foi firmada ontem (19), em reunião no Parlamento. A secretária de Comunicação da Casa de Leis, Rosimeire Cesar Reis Felfili, colocou à disposição todo setor para que as ações sejam concretizadas e a população seja atendida. Na ocasião, Felfili representou o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho. 

A unidade será montada nas instalações do antigo Hospital São Thomé, bairro Consil, que está desativado há 13 anos. O espaço será cedido pelo governo do estado, por “cessão de uso”, ao grupo Hikmat Shriners, ligado à Ordem Maçônica. Inicialmente, a clínica atenderá em ortopedia, mas com objetivo de ampliar o atendimento para tratamentos de queimados. Toda a coordenação do projeto tem a supervisão do instituto Green World For Children (GWC), que vai coordenar as ações para aquisição de recursos para compra de equipamentos e adequação do prédio. Serão realizadas ações locais para angariar os recursos necessários às ações.

Entre as atividades previstas estão rifas, shows beneficentes com artistas nacionais e regionais voluntários, leilões e feiras, entre outras. “Estamos à disposição e vamos nos unir a este objetivo, pois é um serviço que chega em boa hora e podemos fazê-lo a várias mãos”, disse o presidente da Aslem, Edwardes de Brito.

O médico Carlos Augusto Carretoni, responsável pelo Qualivida, o programa de saúde do servidor da Assembleia Legislativa, também se colocou à disposição, como médico, para fazer trabalhos voluntários na área de cardiologia e exame de risco cirúrgico. No Brasil, em atuação desde 2009, os Shriners mantêm atendimentos em cuidados ortopédicos (em Cuiabá-MT), queimados (Cuiabá-MT) e deformidade labial (João Pessoa-PB).  

O médico Sebastião Dias de Oliveira explicou que o trabalho em Cuiabá, atualmente, conta com a parceria do Hospital Santa Rosa, Hospital Geral, Hospital Santa Helena e Curart. “Já estamos realizando cirurgias pelo Shriners em hospitais de Cuiabá, agora vamos correr contra o tempo e iniciar o novo atendimento com a clínica”, disse. Não há uma data definida para o início de atividade da clínica. Ainda de acordo com ele, os casos que não puderem ser resolvidos com os médicos locais, assim como já ocorre hoje, serão encaminhados para atendimento gratuito em um dos hospitais Shriners dos Estados Unidos.

O potentado do Hikmat (sabedoria) Shriners (santuário) em Mato Grosso, Antonio Kato, expôs a estrutura e a forma de atuação do grupo pelo mundo. Existem 22 hospitais Shriners especializados em pediatria, nos Estados Unidos, México e Canadá. O trabalho foi iniciado em 1922 com tratamento em ortopedia. Nos anos 60, evoluiu para atendimento em queimaduras; nos anos 80, para reabilitação da lesão da medula espinhal e, em 2005, para o tratamento em fissura de lábio leporino.  

Os hospitais filantrópicos Shriners têm o reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) tanto na qualidade e eficiência do atendimento quanto na área de pesquisa médica. São mantidos por maçons de todo o mundo, atualmente são referências nas cirurgias ortopédicas infantis e também estão ligados a instituições de pesquisas de ponta, como a Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

 

Fonte: Da Assessoria

Redes Sociais