Éder chega para na CPI das Obras da Copa na Assembleia

O ex-secretário de Fazenda e da Copa do Mundo, Éder Moraes Dias, depõe nesta quarta-feira à CPI (Comissao Parlamentar de Inquérito) das Obras da Copa do Mundo. Preso desde o dia 1º de abril no Centro de Custódia de Cuiabá, ele chegou a Assembleia Legislativa escoltado por policiais do GOE (Grupo de Operações Especiais).

Considerado um peça-chave nas investigações, o ex-secretário prestará esclarecimentos sobre a maioria das 56 obras executadas para a realização da Copa do Mundo em Cuiabá. Além disso, deve passar informações sobre como ocorreu a troca de modais do BRT (corredor exclusivo para ônibus) para o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos).

Segundo informações de bastidores, os deputados membros da CPI elaboraram cerca de 60 perguntas ao ex-secretário.

Além de Éder, a CPI deverá ouvir o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) no dia 28 de abril, e o ex-deputado José Riva (PSD), em 5 de março. Preso, Riva também chegará a Assembleia escoltado por policiais.

Redes Sociais