Parceria garante que ‘Simininas’ conheçam pontos turísticos e históricos da capital

A Prefeitura de Cuiabá firmou uma parceria com a Academia Mato-grossense de Letras, o Museu Histórico de Mato Grosso e a Associação Cultural Cena Onze para lançar o projeto “Contação de Histórias”, voltado às meninas do Siminina.

A parceria foi firmada nesta terça-feira (14) pelo secretário de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, José Rodrigues Rocha Júnior, na sede da Academia Mato-grossense de Letras, e tem o objetivo de oferecer às 900 meninas atendidas pelo programa visitas em pontos turísticos e históricos da capital durante as quartas-feiras.

De acordo com o secretário, a iniciativa vai contribuir para o desenvolvimento cultural e educacional a fim de que elas aprendam e convivam com a história de Cuiabá. “Queremos que elas levem um pouco do aprendido para casa, para poder compartilhar a nossa trajetória como cidadãos, o que nós construímos para o Estado, e que elas levem tudo isso para os locais de convívio. Então, é um dia feliz por fazer com que as crianças de todas as unidades possam vivenciar esta mesma oportunidade de conhecer estes espaços”, afirma.

Para o presidente do Museu Histórico de Mato Grosso, Flávio Ferreira, iniciativas como esta determinam a diferença de um povo, pois quando se conhece a história é que se forma o respeito pela terra e pelo próximo. “Nós entendemos que esse é um espaço público. Então, é um direito a ser exercido. Isso é cidadania. É você viabilizar para que elas conheçam a cultura e se sintam respeitadas. Afinal, isso é um direito delas. Quando conhecemos nosso passado, nossa história, nós passamos a respeitar ainda mais nossa terra e isso é que forma o caráter”, afirmou.

Os passeios aconteceram em turmas de 50 meninas por período e serão monitorados pelo guia facilitador, Carão Baquite Rios, que irá contar as histórias e particularidades de cada local visitado. Para ele, as vistas são a porta de entrada para que as crianças desenvolvam o interesse em histórias, livros, bem como intelectualmente.  “É importante que essas crianças entendam que elas fazem parte da história de Mato Grosso e que elas são o futuro do nosso Estado. E eu vou trabalhar de forma mais clara e concisa para que elas entendam a nossa cultura”, diz. 

Hoje, as 100 meninas do bairro 1º de Março conheceram o Museu Histórico de Mato Grosso, onde puderam ver a estrutura, o espaço e todas as exposições do local. A previsão é de que o projeto dure até o mês de setembro e devem ser visitados ainda  todo o Centro Histórico da Capital, como parte das atividades já realizadas pelo projeto Siminina.

Isto porque no mês de abril, as meninas estudaram sobre os escritores de Cuiabá e suas obras para que pudessem subsidiar a produção do seu próprio poema sobre o aniversário da Capital. “Então, esse passeio é uma oportunidade de elas terem contato com um espaço que ainda não conheciam; saber que existiram figuras importantes e que Cuiabá tem uma história que nós temos que lembrar”, diz a coordenadora do Siminina, Rosamaria Carvalho.

Segundo ela, as visitas vão contribuir para que as meninas não fiquem nas ruas ou em situação de vulnerabilidade durante este período de férias escolares. “Temos que ver isso aqui também como um passeio turístico. Elas estão conhecendo lugares aos quais ainda não tinham acesso”.

O projeto Siminina é coordenado diretamente pela primeira-dama, Virginia Mendes, e está presente em 15 bairros e no Distrito da Guia, sendo considerado o maior programa de convivência e fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes de Mato Grosso.

Redes Sociais